Dra. Suelen Rodrigues Stallbaum – Hematologista Londrina, Apucarana, Maringá e região

Dia do Idoso – Cuidados especiais com a saúde

“Cada idade tem a sua beleza e essa beleza deve ser sempre a liberdade” (autor desconhecido).

Resolvi começar o texto de hoje com essa frase, porque hoje, dia 01 de outubro é o Dia do Idoso e essa data não poderia passar em branco.  

A chamada terceira idade, ou melhor idade, é, segundo a Organização Mundial da Saúde, o grupo de pessoas com 60 anos ou mais. 

Apesar de sabermos que idade não quer necessariamente dizer que algo está bom ou ruim, sabemos também que a partir de certo momento da vida é preciso redobrar alguns cuidados e estarmos mais atentos aos sinais que o corpo dá de que é preciso ir ao médico. 

Acho que hoje deve ser um dia alegre e de podermos comemorar como a expectativa de vida do brasileiro vem aumentando nas últimas décadas e, justamente por isso, temos cada vez mais idosos ativos. Mas, como médica, também quero aproveitar a data para falar um pouquinho sobre 3 condições hematológicas que acabam levando pacientes ao consultório e que precisam de cuidado.

Anemia:

É muito comum encontrarmos idosos anêmicos. A anemia em idosos pode ser doenças crônicas como hipertensão e diabetes. Toda anemia seja em jovem ou idoso merece investigação. A anemia também pode frequentemente ser por falta de vitaminas ou por sangramentos e nesses casos é muito importante descobrir para poder tratar adequadamente a causa. A fadiga, falta de apetite e palidez são os principais sintomas aos quais devemos estar atentos. . 

Hemorragias e hematomas:

Os hematomas surgem com certa frequência em pacientes idosos e isso pode ter causas diferentes, como: Púrpura Senil ou Hipostática, Doença de Von Willebrand, alterações nas plaquetas ou uso de algum medicamento específico.

Eu detalhei sobre cada um desses itens em um conteúdo especial sobre hematomas em idosos e você pode conferir aqui.

Porém nos idosos vale a pena lembrar que a púrpura senil é a causa mais comum e não é uma doença em si, apenas uma alteração normal da idade.

As hemorragias, que são os sangramentos excessivos, também podem ter causas variadas que precisam ser investigadas. Pode ser desde distúrbio nas plaquetas ou deficiência de vitamina K, até problema nos vasos sanguíneos. Lembre-se: hemorragia não é normal e precisa de cuidados médicos com rapidez, ok? 

Leucopenia ou neutropenia:

Os leucócitos são nossos glóbulos brancos, que fazem parte do nosso sistema de defesa. Dentre eles, existem os neutrófilos que são a maioria das nossas células de defesa e que têm como principal função eliminar bactérias. Os casos mais comuns de leucócitos baixos também se apresentam com neutrófilos baixos. ⠀

A leucopenia é a redução do número de glóbulos brancos em nosso sangue e a neutropenia é a consequente redução dos neutrófilos e pode se apresentar em grau leve, moderado e severo.

Por isso, quando o paciente apresenta um dos dois quadros, o risco de infecções aumenta e liga-se o botão de alerta.

É importante lembrar que o que mais queremos é viver bem e com saúde. Por isso, o acompanhamento médico é tão importante.

O médico responsável pela saúde do idoso de maneira geral é o geriatra, você sabia? Mas, casos mais específicos como os que citei, são encaminhados para o especialista 😉

Ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários! Para agendar uma consulta comigo, em Londrina ligue para (43) 3372-2500  ou (43) 3422-0836 em Apucarana. WhatsApp apenas para agendamento: (43) 99187-9191.