Dra. Suelen Rodrigues Stallbaum – Hematologista Londrina, Apucarana, Maringá e região

3 sinais de que é hora de ir ao hematologista

Quem me acompanha por aqui talvez já tenha visto um conteúdo que eu trouxe há bastante tempo sobre quando buscar um hematologista. Lá eu explico exatamente o que é essa especialidade e ajudo a entender melhor quais doenças se encaixam na minha área, já que muita gente ainda pensa em doença do sangue só como anemia.

Mas, para quem ainda tem dúvidas se o médico que precisa buscar é o hematologista, hoje eu trago de uma forma mais direta, 3 sinais que seu corpo te dá de que você precisa ir ao médico – e provavelmente precise de um hematologista.

Olha só:


Manchas roxas pelo corpo e/ou sangramentos

Os famosos hematomas podem surgir se você for uma pessoa desastrada que vive trombando em coisas, ou se você teve uma queda recente.

Mas manchas roxas pelo corpo também podem ser sinal de que algo não vai bem no seu organismo, especificamente no sangue.

 

Algumas doenças apresentam classicamente hematomas como sintoma. São elas: Doença de Von Willebrand, Leucemias, PTI – Púrpura trombocitopênica idiopática, hemofilias e diversos outros problemas de coagulação.

Eu já trouxe conteúdos explicando sobre todas essas doenças, ok? Se precisar, é só deixar nos comentários que reenvio os links!

Além dos hematomas, temos outro sinal importantes, que é o sangramento. Sangrar é normal em algumas situações, né? Porém, sangrar por gengivas e nariz sem causa aparente, não é. Outro tipo de sangramento que deve ser sinal de alerta é aquele em que, mesmo havendo uma justificativa, como um corte, o volume de sangue perdido é muito grande.

Problemas de coagulação sanguínea podem ser por algo que o paciente tem desde que nasce, mas também podem ser sinal de outras doenças como a leucemia ou uma deficiência severa de vitamina K.

 

Como sempre digo aqui, o ideal é não esperar muito tempo para buscar ajuda médica. Muitas doenças, quando diagnosticadas ainda no início, apresentam ótimas chances de cura, o que faz total diferença.

 

Carocinhos

 

Linfonodos aumentados, as famosas ínguas, também podem não significar nada demais, já que eles estão presente em casos de infecções. Uma infecção de garganta, por exemplo, pode vir acompanhada de linfonodos inchados no pescoço.

Também conhecidos como gânglios linfáticos, eles atuam diretamente na defesa do nosso organismo, produzindo anticorpos.

 

Uma doença hematológica bastante conhecida e que tem seu início nos linfonodos, é o linfoma. Por isso, se os gânglios estiverem muito aumentados (maiores que 2 cm), durarem mais que 3 meses, forem endurecidos e você não apresentar sinais de infecção ou ainda observar que o inchaço não diminui, procure um hematologista.

 

Suor noturno:


Muitos pacientes têm ocasionalmente um suor noturno excessivo nos dias de calor ou quando estão com infecções e isso é considerado normal. 

Porém, quando esse suor passa a ser diário e prolongado (mais de duas semanas, por exemplo), ele pode ser sinal de algo mais sério como alguma infecção crônica ou até mesmo algo maligno, como leucemia ou linfoma.


Se vier acompanhado de outros sintomas como febre ao final do dia e madrugada ou perda de peso inexplicada, ele é ainda mais um sinal de que algo não vai bem. Nesses casos procurar um hematologista o quanto antes faz toda a diferença.

Se você se identificou com esses sinais, agende uma consulta. Para agendar uma consulta comigo, em Londrina ligue para (43) 3372-2500  ou (43) 3422-0836 em Apucarana. WhatsApp apenas para agendamento: (43) 99187-9191. 

 

2 comentários em “3 sinais de que é hora de ir ao hematologista”

  1. Gostaria de saber mais sobre mielofibrose, pois tenho e meu figado e o baço estão fazendo a parte da medula,tomo hydrea,sei pouco sobre está doença,e como faço para diminuir o baço?

Os comentários estão encerrado.