Dra. Suelen Rodrigues Stallbaum – Hematologista Londrina, Apucarana, Maringá e região

Relação entre alimentos e anticoagulantes

Se você faz uso de anticoagulantes, já sabe o que eles são e para o que servem. Mas, para quem ainda não conhece esses medicamentos, hoje vou falar sobre a relação entre alimentos e anticoagulantes.

Em nosso sangue, temos substâncias que são responsáveis pelo processo de coagulação, ou seja, de não permitir que a gente sangre quantidades além do normal. Mas, tem algumas situações pode acontecer um erro que leva a uma coagulação rápida e exagerada, que forma os famosos coágulos (trombos) e pode levar à trombose. 

Existem situações em que precisamos usar remédios anticoagulantes com a intenção de parar ou prevenir uma trombose. Exemplos:

-> Após cirurgias no joelho ou situações em que o paciente fique muito tempo deitado.

-> Pacientes com quadros de trombose

-> Uso de próteses em válvulas cardíacas 

-> Pacientes com algumas cardiopatias

Nesses casos o anticoagulante é prescrito e  o acompanhamento feito por um hematologista.

O que são anticoagulantes?

Os anticoagulantes são uma classe de fármacos (medicamentos) usados no tratamento de alterações relacionadas ao processo de coagulação sanguínea podem ser usados por via oral (comprimidos), ou como injeções na veia ou subcutâneo (barriga, braço, etc.)

Existem dois tipos muito famosos quando falamos em via oral e com mecanismo de ações bem diferentes: antagonista da vitamina K (Varfarina) ou Anticoagulantes orais diretos (ex: Xarelto)

Alimentos e anticoagulantes

Se você faz uso de anticoagulante antagonista da vitamina K já deve saber que alguns alimentos devem ser evitados: justamente os ricos em vitamina K.  Isso acontece porque é essa vitamina que lá no fígado participa da formação dos fatores de coagulação sanguínea e tem portanto, papel pró coagulante.

Alguns alimentos ricos em vitamina K são: folhas verdes escuras, principalmente alface e brócolis. Embora vários tipos de chás e remédios (ex: anti-inflamatórios) também possam interferir na dosagem do remédio.

Para que não haja interferência na ação dos medicamentos, a alimentação deve ser pobre nesses alimentos e em todos ricos em vitamina K.

Já os anticoagulantes orais diretos não têm essa interferência, porém têm como negativo o custo elevado e contraindicação em algumas situações específicas como trombofilias de alto risco como SAF.

E aí, você já sabia disso? Me conte nos comentários!  📲Para agendamento de consulta ligue em Londrina para (43) 3372-2500. Em Apucarana (43) 3034-0789 ou envie um WhatsApp para 43 99187-9191. O número de WhatsApp é válido tanto para Londrina, quanto para Apucarana.